Introdução Alimentar

Introdução alimentar: Por que precisa esperar o bebê sentar para começar?

VOCÊ SABE POR QUE PRECISA ESPERAR ATÉ OS 6 MESES PARA INICIAR A INTRODUÇÃO ALIMENTAR? JÁ OUVIU FALAR SOBRE OS SINAIS DE PRONTIDÃO?

É por volta dos 6 meses que a criança apresenta maturidade fisiológica, capaz de digerir alimentos além do leite materno. Não há evidências de que a introdução alimentar precoce (antes dos 6 meses) traga algum benefício para a saúde do bebê, muito pelo contrário, a criança pode apresentar uma hipersensibilidade a alguns alimentos.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que a Introdução Alimentar seja feita a partir dos 6 MESES DE VIDA.

Nesta idade o bebê normalmente já apresenta alguns sinais de prontidão, que demonstram estar pronto para começar:

  • Manter-se sentado sem ajuda
  • Levar à boca brinquedos e objetos sem ajuda
  • Manifesta entusiasmo ao levar os brinquedos à boca.

Normalmente por volta dos 6 meses, a maioria dos bebês já conseguem permanecer sentados, tem um controle maior do pescoço, o desenvolvimento motor já esta maior. E para a introdução dos alimentos, a criança estar sentada é um dos requisitos principais, uma postura ereta, com as costas apoiadas evita um possível engasgo. A criança não deve estar deitada, evitar deixar no colo para fazer as refeições.

Não existe dia ou hora marcada para iniciar a IA, algumas crianças demonstram mais interesse do que outras quando apresentadas para os alimentos. Algumas crianças não interagem tanto com o alimento no inicio e isso não pode ser um motivo de frustração para a família, não se apavore, não se frustre, vá no ritmo de seu filho.

A partir do momento que o bebê começar a sentar sem apoio, caso ocorra antes dos 6 meses, coloque-o sentado na cadeirinha junto à mesa com a família nas refeições, assim ele já vai se familiarizando o momento à mesa, antes mesmo de ser oficialmente apresentado aos alimentos. Coloque um prato, garfo e colher, um copo (material de plástico ou inox são os mais recomendáveis para bebês e crianças pequenas), deixe que ele brinque com os itens, os conheça, interaja, antes mesmo de colocar os alimentos. Lembre-se que a infância é feita de momentos lúdicos, eles aprendem muito também quando estão brincando.

 

A MÃE DA HELENA e Nutricionista Materno Infantil. Graças a ela e a nossa maternidade intensa e exclusiva, hoje falo com tanto amor sobre a Introdução Alimentar e tenho como missão descomplicar para as mamães e papais este momento tão desafiador dos seus pequenos.

Deixe seu comentário