Desenvolvimento do bebê

Quais são os motivos que podem acontecer para meu filho não falar ?

Hoje falaremos sobre a Surdez

Ah ?? Não entendi o que você disse ….
Quando um adulto reage com essa resposta é fácil perceber que há a possibilidade de existir uma perda de audição . E quando um bebê não escuta ?
Por isso a importância de se realizar o teste da Orelhinha nos bebês recém – nascidos . Para investigar através de uma pequena anamnese e do exames de emissões otoacusticas como anda essa audição .
Há dois tipos de perdas auditivas :
⁃ Adquiridas : que não houve nenhuma alteração na gestação , mas na hora do parto ou no pós parto aconteceu alguma intercorrência . Sofrimento na hora do parto . Necessidade de UTI Neonatal com uso de medicações Ototóxicas , que prejudicam a audição . Assim esses bebês são chamados de Bebês com Indicadores de Risco para Perdas Auditivas ( IRPA ) e devem ser acompanhados no 1º ano de vida com exames mais específicos . Sigo o protocolo da GATANU ( www.gatanu.org ) que o Grupo de Apoio a Triagem Auditiva Neonatal Universal .

⁃ Hereditárias : São as perdas auditivas relacionadas às condições genéticas , que podem estar relacionadas as Síndromes .Famílias que possuem membros com perdas auditivas também devem ser acompanhados .

⁃ Se você percebe que seu filho não reage a sons ( não assusta quando uma porta bate , uma buzina dispara ou algum ruído intenso ) . Procure o médico Otorrinolaringologista da sua confiança e realize a bateria audiológica para descartar há possibilidade de uma perda auditiva . Sinta meu abraço carinhoso , Simone .

Fonoaudióloga formada na PUC-PR em 1993. Especialista em Eletrofisiologia da Audição - Espanha. Especialista em UTI Neonatal e consultora em Aleitamento Materno. Responsável pela implantação do Teste da Orelhinha no Município de Dourados, MS. Participou da equipe de implantação do Banco de Leite Humano - Hilda Bergo Duarte. Proprietária da SOS Amamentação Dourados.

Deixe seu comentário