Colunas

E aí, quando devo começar a me preocupar com a postura do meu filho?

Sinceramente, é raro eu olhar para uma criança sem ficar reparando nos joelhos, pés, ombros, como se senta, como anda.

Mas veja bem, não estou dizendo aqui que está tudo errado não. Muito pelo contrário. Venho aqui tentar deixar você mais informada e atenta a pequenos detalhes.

Quando temos um bebê de mais ou menos 6 meses, além da atenção com a introdução alimentar, nossa atenção também se volta a detalhes como: sentar, levantar, rolar, engatinhar (falaremos sobre as fases e comparações em outro texto)… Mas agora, quero ter uma atenção especial ao engatinhar e ao sentar.

Para uma boa postura na infância e até na vida adulta, é muito importante que o bebê engatinhe antes de andar. O Engatinhar fortalece as costas, o abdômen, o pescoço e até as mãos. A criança experimenta melhor as texturas, percebe a distância entre a cabeça e o chão, treina um pouco da velocidade e faz o que chamamos de dissociação de cinturas (aquele ritmo trocado entre os ombros e o quadril). Essa “dissociação” é responsável pela saúde da nossa coluna na vida adulta. Então, não tenha pressa para que ele ande. Deixe ele engatinhar o quanto quiser. Não tem problema nenhum demorar para andar. Mais importante mesmo é engatinhar bastante.

Um outro detalhe sobre a postura, é o movimento. Estimule seu bebê a buscar um brinquedo mais longe, dê desafios a ele. A Míriam no instagran dela sempre mostra umas ideias ótimas dela com a Monalisa.

Mas o que mais gosto de frisar sobre a postura é o fortalecimento dos músculos. Estamos tendo uma geração de crianças muito fracas de costas e abdômen. Crianças “molengas”. Os músculos do tronco são importantes para a postura e também para manter os órgãos internos no lugar e funcionando bem.

Procure sempre um espaço aberto e arejado onde a criança possa correr, e explorar bem o ambiente e seu próprio corpo.

Quero aproveitar para responder uma pergunta que as mamães me fazem muito. Sobre o sentar em “W”. Isso é algo que é importante corrigir. Com frases curtas e objetivas: arrume as perninhas! E mostre a melhor opção com as pernas para frente. A perninha em “W” não tem implicâncias nos joelhos, como pode parecer. Mas ela tem uma implicância direta na coluna. Em “W”, a criança não precisa se esforçar muito para ficar com a coluna reta, daí, acaba deixando o abdômen mais solto, e as costas mais desabadas.

Enfim, esses são os cuidados a serem tomados na primeira infância como prevenção de boa postura.

Então, o melhor mesmo, é mudarmos nossos hábitos. Ganharemos muito com isso, e ainda influenciaremos nossas crianças.

 

 

Fisioterapeuta de crianças e adolescentes. Membro da equipe multidisciplinar de dor pediátrica da Unifesp EPM - SP.

Deixe seu comentário