• Introdução Alimentar

    A INTRODUÇÃO ALIMENTAR NA PRÁTICA

      Quando o bebê inicia a Introdução Alimentar, as mães costumam se desesperar, não sabem o que oferecer, qual a quantidade ideal pra cada idade. Hoje preparei um presente pra você, leitora do Mãe Jornalista: quem faz aniversário em setembro sou eu, mas quem recebe o presente é você. Preparei um esquema alimentar diário de como deve ser a rotina nos primeiros meses de Introdução Alimentar, quais os grupos alimentares  e algumas principais orientações. Deixa seu comentário aqui embaixo contando da sua experiência com a Introdução Alimentar e por ai, e também estou te esperando lá no meu insta: @mafecapile_nutricionista, me manda um direct contando como tem sido por ai.…

  • Introdução Alimentar

    Introdução alimentar: Por que precisa esperar o bebê sentar para começar?

    VOCÊ SABE POR QUE PRECISA ESPERAR ATÉ OS 6 MESES PARA INICIAR A INTRODUÇÃO ALIMENTAR? JÁ OUVIU FALAR SOBRE OS SINAIS DE PRONTIDÃO? É por volta dos 6 meses que a criança apresenta maturidade fisiológica, capaz de digerir alimentos além do leite materno. Não há evidências de que a introdução alimentar precoce (antes dos 6 meses) traga algum benefício para a saúde do bebê, muito pelo contrário, a criança pode apresentar uma hipersensibilidade a alguns alimentos. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que a Introdução Alimentar seja feita a partir dos 6 MESES DE VIDA. Nesta idade o bebê normalmente já apresenta alguns sinais de prontidão, que demonstram estar…

  • As mães,  Introdução Alimentar

    TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTRODUÇÃO ALIMENTAR

    A INTRODUÇÃO ALIMENTAR é um processo que se inicia juntamente com o aleitamento materno. Desde o nascimento até os 6 MESES, a criança deve ser alimentada EXLUSIVAMENTE pelo leite materno (ou fórmula infantil no caso da mãe não poder amamentar). É o leite que oferece tudo o que a criança precisa para crescer e se desenvolver, sem necessidade de outro alimento, nem mesmo água. A partir dos 6 meses a criança precisa de mais nutrientes para se desenvolver, por isso a necessidade de oferecer outros alimentos juntamente com o leite materno (que continua sendo O PRINCIPAL ALIMENTO da criança, é o que nutre o organismo por completo até 1 ano).…